Fábrica de Heróis
Crie seu personagem

segunda-feira, 16 de maio de 2011

"Stan Lee mudou minha vida"



Eu li isso em um blog, e achei interessante compartilhar isso com o povo do Fábrica.

"“Stan Lee mudou minha vida.”

Recentemente, vi uma camisa a venda com esses dizeres, e pensei… aconteceu comigo.

Lá estava eu… um pré adolescente de 10 anos, em uma cidade do interior de Minas Gerais, cheio de energia pra gastar e de acordo com minha mãe, cheio de más companhias. Numa cidade pequena do interior, a gente crescia na rua. Brincava até tarde e voltava quando já anoitecia. Isso deixava minha mãe de cabelos brancos, coitada. Até hoje sou motivo de preocupação pra ela com minhas viagens de moto.

Minha mãe, leitora assídua de telenovelas, quis então, arrumar uma maneira de controlar minhas saídas de casa. Começava assim minha jornada pelas revistas em quadrinhos. A Marvel está no Brasil, há uns 40 anos. Minha idade. A primeira revista do Homem Aranha que ganhei era da Ebal e trazia uma historia do aracnídeo contra Kraven. Na época a Gwen ainda era a namorada do Peter e não havia se transformado ainda na, por falta de expressão melhor, sem vergonha que engravidaria do Osborn. Harry ainda estava vivo e se injetando adoidado, e Mary Jane só na curtição. E o Peter, tinha uma “motoca”. Eu adoro a fase da motoca. Os diálogos eram de uma inocência, que comparando a hoje, eu me pergunto se evoluíram ou retrocederam.

Imaginem a Mary Jane chegando pro Peter e dizendo: “Puxa gatão, hoje você está um pão.”

Quando eu pego essas revistas, que ainda estão guardadas na casa da minha mãe pra reler… eu tenho umas 1000 e poucas lá. Eu literalmente “viajo” no tempo.

Me lembro perfeitamente como minha mãe mantinha minha coleção sempre atualizada pra que eu não tivesse tempo, nem interesse, de sair pras ruas e aprontar alguma.

Me lembro que eu ficava horas lendo sem parar as mesmas histórias e de como eu ficava no pé da minha mãe e irmãs mais velhas querendo saber onde era Nova York, Manhattan, se existia raio repulsor ou se a radiação rama podia fazer realmente “aquilo” com a gente.

Meu universo de conhecimento foi crescendo de forma assustadora. Minha curiosidade atiçada. Eu comecei a desenhar e a criar minhas próprias historias, e olha que eu desenhava bem… ou não. Ainda vou fazer um curso de desenho… prometo.

Stan Lee expandiu meus horizontes, me trouxe alegrias, tristezas e aguçou minha imaginação, me transformou em um leitor assíduo de quadrinhos e de livros. Transformou um possível delinqüente em um amante da Nona arte. Hoje eu vejo meus antigos heróis de gibis, transformando-se em filmes e não perco uma estréia. E vê-lo lá em todos os filmes, é divertidíssimo.

Eu aprendi que o mundo era maior e tinha muito mais coisas pra ver do que minha pequena cidade do interior, tudo graças às revistas em quadrinhos. Para uma criança, crescer sabendo noções de Bem e Mal, é importantíssimo. “Grandes poderes, trazem grandes responsabilidades.”. E tinha tudo isso lá… ao meu alcance.

Stan Lee… esse é o verdadeiro super-herói. Junto a Jack Kirby… que desenhista espetacular, além de Steve Ditko e outros imortais, criaram um universo que até hoje me fascina. Não é incrível que após 30 anos, eu ainda colecione revistas em quadrinhos? Eu simplesmente não consigo parar de comprar. É o meu vício. E a minha filha de 7 anos, já adora o Homem Aranha. Que coisa.

Stan Lee, você mudou minha vida. Obrigado. Queria poder dizer isso pessoalmente um dia."

Arisio Sousa http://extremezine.thecenturions.net/

Bom pra quem leu o texto completo, vai se pegar pensando, "isso aconteceu comigo", ou "caraca, isso me parece familiar", se você já passou dos 20, vai pensar, "Porra, eu assisti, X-mem e Spiderman Animated Series", "brinquei de homem-aranha e X-men pacaralho quando era criança", se você tem menos que 20 anos, deve estar pensando, "Os filmes do Thor, Spiderman, Quarteto Fantástatico, são fodas pacaralho", ou você deve ser da minoria, "que se foda a Marvel, ou prefiro a DC".

Bom de qualquer jeito, Stan Lee teve algum papel na sua vida, fez você viver momentos fodas, coisas que vai contar aos seu netos: "Eu vivi na época em que Stan Lee era o cara". Afinal ele tem até uma estrela na Calçada na Fama.

Minha infância foi recheada de influencias dos heróis que ele criou, Nos últimos anos, ele também melhorou e muito minha vida, foi graças ao primeiro filme do Spiderman, que voltei a colecionar quadrinhos, e foi graças aos quadrinhos que encontrei a Fábrica, e hoje sou colaborador do blog.

Tirando tudo isso, ele ainda tá sempre sorrindo, se divertindo com tudo, fazendo pontas em seus filmes, filmes os quais tenho certeza que todos ficam ansiosos procurando qual parte ele irá aparecer. O cara é foda, 88 anos de criatividade, enchendo de heroísmo o mundo. Um herói criando heróis.

Um cara mais rico que Tony Stark, mais inteligente que Reed Richards, mais forte que o Hulk, mais engraçado que o Homem-Aranha e o único mortal capaz de segurar o martelo do Thor.

É por essas e outras, que eu aqui agradeço ao Stanley Martin Lieber, codinome: Stan Lee.

Comente ae, como "O Cara" influenciou na sua vida.



4 comentários :

Matheus Taborda disse...

meo, to emocionado pracarai!!! stan lee é um gênio, literalmente.O cara mudou minha vida!! eu tenho apenas 16 anos e jah li em média uns 600 e poucos gibis dele, sei q é poko comparado ao resto, mas sou fissura-do por Marvel, meus amigos e professores dizem q tenho q fazer gibis, porque eu desenho muito bem mesmo!!! e queria uma oportunidade de mostrar meu talento.Sei que nunca chegarei a ser um Stan lee da vida porque ele é o cara!!! mas posso tentar ser um outro heroi qualquer!!! abraços pra todos

Srta J. disse...

A Marvel é com certeza a melhor ,e,na minha opnião melhor que a DC.

Srta J. disse...

A Marvel é muito foda ,e, na minha opnião,mais do que a DC.

Batman disse...

Stan Lee, com certeza mudou vidas. Entretanto não posso deixar de lembra-los, que se não fosse Jerry Siegel, não existira nem marvel e nem DC. Pois graças a criação do Superman é que vemos tantos heróis bacanas.
E "minoria"? Nem de longe os fãs da DC são minoria comparados aos da Marvel, talvez para o pessoal que frequenta o blog possa até ser, pois aqui sai mais noticia da Marvel do que da DC. Mas ainda sim, neste quesito, ambas as editoras estão igualadas!