Fábrica de Heróis
Crie seu personagem

sábado, 30 de julho de 2011

Capitão America - por Edu Reis


Ontem foi dia de estreia de Capitão América no Brasil. Último filme dos Vingadores antes de Os Vingadores (há!).

SE VOCÊ NÃO VIU O FILME E NÃO QUER QUE EU ESTRAGUE NENHUMA SURPRESA, NÃO LEIA A RESENHA POIS ELA CONTÉM SPOILERS SOBRE O FILME!!!! ESTÁ AVISADO!


Vou dizer que estes eram um dos filmes que fiquei com o pé atrás nesse ano, alias, ano bem esquisito... errei quase todas as previsões que fiz, pra mim o melhor filme seria o do Lanterna... bem, Lanterna Verde só vou fazer resenha quando sair no Brasil.

O filme tinha um herói que veste a bandeira dos EUA e ainda mais tinha o Chris Evans escolhido como Capitão SEM ter feito teste nehum pra isso, acho que só perdia pro First Class em termos de desconfiança.

Mas putz! Capitas é um filme foda, como os demais da Marvel, acho que o único escorregão do estúdio foi o Hulk, que nem ruim foi, apenas mediano... mas vamos ao que interessa.


O Capitão

Vou dizer que não li muito sobre o Capitão, mas conhecia bem que fosse relacionado ao cânone do personagem como o soro, a guerra, o escudo, etc.

Chris Evans convence muito bem como magrelo desacreditado de bom coração que recebeu uma oportunidade de mostrar seu valor. Em nenhuma hora você lembra do paspalho que ele era em Quarteto Fantástico. Eu achei muitas vezes que o que poderia fuder com esse filme seria o ator, mas o cara não fez feio, mostrou que pode ser sim o Capitão, por mais cara de panaca que tenha.

Você torce pelo capitão. Você quer ver o magrelo se dar bem e mostrar que vencer uma guerra não depende só de força, pelo menos não a física.

O escudo - aliás, OS ESCUDOS - ficaram fodas. O uniforme final poderia ser mesmo aquele com a jaqueta de couro, capacete e viseira, teria ficado foda do mesmo jeito, mas o alcochoado também não ficou ridículo na tela.

Uma coisa que dei falta foi o treinamento com o escudo, Rogers parece que nasceu sabendo fazer todas as peripécias, inclusive o ricochetear.


Caveira Vermelha

Hugo Hearving mostrou apenas 50% do que pode, mas o roteiro assim pediu. Sua atuação não é a melhor de todas, mas seu personagem, o Caveira Vermelha, sempre foi um vilão caricato.

Não lembro exatamente da origem do vilão, mas no filme pareceu coerente ele usar uma versão recém-projetada do Soro do Supersoldado, por mais que não faça sentido ele perder a pele com isso. O visual vermelho parece ser prolongado pelo corpo inteiro, já que o pescoço do personagem tem essa tonalidade.

Os uniformes da Hydra em geral são condizentes com a alta tecnologia que eles possuem.


Bucky e o Comando Selvagem

Cara, quando disseram que teria o Bucky no filme primeira coisa que pensei foi "fudeu, esse filme vai ser uma merda", mas depois que sairam as imagens do parceiro (ui!) do Capitas com o uniforme de guerra e tals, comecei a ficar aliviado. O Bucky não é tão franzino ou moleque como o robin, nem deixa a impressão de ser um "ajudante"

Agora, não dá pra negar que a Marvel armou o terreno todo pra ser ter uma continuação COM o Bucky. Vejamos os fatos:

1 - Rogers encontra Bucky em uma maca de esperimentos, logo após a saída do DR. Zola
2 - Bucky cai em de uma ponte em um mar gelado, sem deixar provas de seus restos mortais.

É bem possível que numa sequência Bucky possa aparecer no presente como o Soldado Invernal.

O Comando Selvagem ficou bacana no filme, combina com o clima da Segunda Guerra e dá aquela sensação de que o Capitas não luta sozinho. Acho que foi uma escolha melhor do que os Invasores para o roteiro do filme.

Só achei um vascilo não nomearem eles como primeiros agentes da SHIELD, já que seguiam o Capitão que possui um escudo, seria uma boa desculpa pra fundação da agencia e do nome.


Efeitos Especiais

O Capitão não é um personagem que precise de muitos especiais em um filme. Nesse, tiveram principalmente em razão as armas tecnológicas da Hydra. Os efeitos estão lá, raios, explosões, maquiagem, tudo normal pros padrões de hoje, nada se mostra ruim.

Aqui só podemos destacar as cenas do Steve Pré-Capitão. A montagem da cabeça de Chris Evans em um outro ator foi uma ideia arriscada pra cacete, poderia ter saido uma merda, onde faria apenas risos nos espectadores.

Mas, vou te contar, ficou muito bom, muito bom mesmo. Claro que uma cena aqui e outra ali, dava pra perceber a diferença de coloração ou a desproporção (?) entre cabeça e corpo, mas há momentos que você se esquece que é uma produção artificial e acredita ser o ator ali. Acredito que muita gente no cinema que não tem muito conhecimento da produção não percebeu que era efeito até ele ficar normal, alguns nem depois.


Por fim, os demais atores estavam ali desempenhando seus papeis sem nenhum erro, mas também quase sem nehum destaque, exceto a presença de Tommy Lee Jones abrilhantando o filme.


Vingadores e Easter Eggs

De primeira vista, o filme não tem muitos Eaters Eggs. Acho que o maior (e mais óbvio) é a presença do Tocha Humana Original (não o do Quarteto) na Expo Stark.

Há também algumas co-relações, como o protótipo gravitacional do Stark que deve ser a tecnologia que move Helicarrier da Shield.

Outro detalhe bacana do filme é quando coletam o sangue de Rogers pra poderem reproduzir o Soro no futuro. É o mesmo local onde o General Ross leva o Emil Blonsky (Abominável):


Por agora não lembro mais de nehum, mas devem surgir vários na internet.

O teaser dos Vingadores acho que todo mundo viu, nem tenho o que comentar, somente FODA!

Vingadores, agora só ano que vem....

Um comentário :

LPS disse...

"Vou dizer que estes eram um dos filmes que fiquei com o pé atrás nesse ano, alias, ano bem esquisito... errei quase todas as previsões que fiz..."

Realmente, foi um ano bem esquisito.
Muita gente achava que os piores seriam X-Men e Capitão América.
A cada imagem que saía destes filmes, eu pensava: "Putz! Vai dar merda!"
Mas no fim das contas esses filmes foram bons, menos o Lanterna... deixa quieto rsrsrsrs
Boa crítica!